Facebook anuncia investimento em veículos e órgãos de imprensa brasileiros

Facebook anuncia investimento em veículos e órgãos de imprensa brasileiros. Os acordos comerciais têm vigência de três anos e impactam 20 organizações. Dentre elas, estão: Estadão, Folha de S.Paulo, Grupo Abril, Grupo Bandeirantes, O Antagonista, Jovem Pan, Record, RedeTV!, SBT, Sistema Jornal do Commercio de Comunicação e UOL. [UOL]


Twitter Super Follows gerou cerca de US$ 6.000 nas primeiras duas semanas. É pouco. Os dados, fornecidos pela Sensor Tower, são referentes aos Estados Unidos e ao sistema operacional iOS. A funcionalidade foi criada como uma nova forma de criadores de conteúdo monetizarem seus perfis. [TechCrunch]


Funcionários do Facebook denunciam cartéis de drogas e tráfico humano, mas a resposta da empresa é fraca. A série de reportagens investigativas do Wall Street Journal continua fazendo estragos. [Wall Street Journal]


Google testa newsletters no G.Drive. O projeto é desenvolvido pela divisão de experimentos da empresa, a “Area 120”, e está em fase inicial. Quando (e se) for lançado, permitirá que usuários publiquem sheets, docs e slides como newsletters gratuitas e pagas. Twitter e Facebook lançaram iniciativas semelhantes nos últimos meses, enquanto o Substack continua a crescer. Momento de se perguntar como essas plataformas vão afetar serviços como MailChimp ou RD Station. [TechCrunch


Governo vai enviar projeto de lei sobre remoção de conteúdo em mídias sociais. O texto será semelhante ao da Medida Provisória 1068/21, que foi devolvida pelo Congresso ao Poder Executivo. [Camara]


Autônomos de iFood e Uber têm direitos mínimos, diz presidente do Tribunal Superior do Trabalho. Maria Cristina Peduzzi afirma que motoboys, motoristas e empregados terceirizados devem estar cobertos pela legislação trabalhista, com direito a aposentadoria e jornada de trabalho “compatível”. No Brasil, vínculo empregatício ainda não é reconhecido. [Tecnoblog]

Loading more posts…